Estado de Emergência, como proteger-se financeiramente

Estado de Emergência, como proteger-se financeiramente.

E agora que estamos em estado de emergência, uma das grandes preocupações de todos é a questão financeira!
Em boa verdade, a maioria de nós vai ganhar muito menos, outros estão em risco de ficar sem emprego quando tudo isto terminar, e financeiramente falando, muitas cabeças estão a sofrer a incógnita que é a sua estabilidade no dia de amanhã!
Algumas dicas para se protegerem:

  • Não entrar em pânico

Em ocasiões destas a nossa mente deve estar o mais clara e focada possível, entrar em pânico fará como que percam o discernimento, e neste momento isso é tudo o que não precisam!

Temos de ser capazes de nos proteger a nós e aos outros – nos mais diferentes níveis e contextos.

A capacidade adaptação e atuação nos mais diferentes contextos e a vários níveis, é o que precisam neste momento!

 

  • Fundo de Emergência

Se criaram o vosso ao longo destes anos (como vos aconselhei aqui), agora estão precavidos, caso seja necessário. A sensação é boa, não é?

Mas se não têm, acredito que acabaram de ganhar a motivação certa, e comecem a tratar disso agora! 

E pode até parecer difícil fazê-lo numa altura destas, mas agora precisam pensar nos gastos que vão deixar de ter, por estarem mais tempo em casa (menos combustível, menos jantares fora, saídas, etc).

E se conseguirem ainda assim cobrir as vossas despesas, comecem a colocar algum de parte! Vejam aqui como o podem fazer.

 

  • Pagar as contas

Na minha opinião, e se vos for possível, mantenham os pagamentos e prestações que têm ao final do mês!

Decidir pedir suspensão ou deixar de pagar deve ser a última opção.

Reparem além de acumularem valores exorbitantes para outra altura, ou terem de prolongar prazos de pagamentos, também não deixamos profissionais em quem confiamos sem rendimento!

Pensei muito entre colocar as minhas colaboradoras em lay-off ou manter tudo como está (uma vez que estão a trabalhar remotamente, mas com um volume bem menor de trabalho devido às circunstâncias), mas decidi apoiar e manter tudo igual enquanto conseguir!

 

  • Façam a vossa parte

A uns pedem-lhes que estejam na linha da frente a usar bata branca, ou a fazer entregas de bens essenciais!

A outros apenas lhes pedem que fiquem em casa! Façam a vossa parte, e garanto-vos que já estão a fazer muito!

 

  • Não deixem de comprar

Obviamente que durante uma quarentena, em estado de emergência, em situação de lay-off e sem saber o que aí vem, as pessoas ficam mais cautelosas na hora de comprar!

Contudo, a ausência de consumo é um erro!

É um excelente exercício para o combate ao consumismo, mas numa altura como
esta, não se espera um consumismo desmedido, e sim comportamentos estáveis! Continuem a comprar bens essenciais e outras coisas que precisem! De preferência produtos nacionais, ou a lojas online nacionais!

Portanto, comprar de forma equilibrada, neste momento ajudará a manter algum dinheiro a rodar e não matamos a economia por completo!

Em alternativa ao supermercado e terem de sair de casa, podem ver este artigo onde vos mostra mercearias e lojas online para bens essenciais! Recebem tudo em casa e com as normas de segurança exigidas!

 

 

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *