Poupar na compra do carro

Como poupar na compra do carro?

Depois de comprar casa, comprar carro é, provavelmente, a segunda maior despesa que costumamos ter.

Comprar carro implica todo um novo valor de despesas mensais.
É sempre um alívio no orçamento quando um carro fica finalmente pago, assim como é sempre uma grande carga (e que dura anos) quando compramos um novo.

E será que há truques para poupar na compra do carro?
Existem alguns que poderão facilitar o processo e ajudar a tomar uma decisão consciente.

Partilho convosco algumas das coisas que fiz quando comprei o meu carro e que considero imperativas:

1 – Definam um orçamento

O primeiro passo para comprar um carro novo ou usado é definir o orçamento. Mantê-lo flexível, mas ter sempre um preço máximo – e certifique-se que não o ultrapassa.
Confirme se o preço máximo a que se propôs inclui tudo o que está envolvido na compra.

2 – Poupar para ter uma entrada

Quando me casei, ambos tínhamos carros comerciais, sabíamos que um dia quando tivéssemos filhos pelo menos um carro teria de ser trocado.
Só fomos pais 6 anos depois, durante esse tempo fizemos um bom mealheiro.
Com uma entrada simpática, comprará um bom carro e usufruir duma prestação mensal mais acessível.

3 – Pesquisar

Pesquisar sempre o carro que quer antes de o comprar. 

E se está a pensar em dar o seu atual carro “em troca”, pesquise os valores de mercado também.

Deve ainda pesquisar o carro que lhe interessa em múltiplos locais, não se limite a um só stand.

4 – Ficar atento às campanhas e ofertas

Há sempre campanhas a decorrer para tudo, e portanto isto também é referente a carros!
Existem sempre feiras e os preços costumam ser bem simpáticos.
Outras campanhas que estou sempre de olhos, são as de retoma.
O nosso 2º carro compramos assim, foi um grande negócio porque o carro que demos em troca, não valia nem 1000€ e a retoma era de 3500€.
Nestes casos eu aconselho a visitar os sites das suas marcas de carro favoritas e ir vendo o que acontece em relação a promoções e novidades.

5 – Veja as várias opções de financiamento

Muitas pessoas obtêm financiamento do concessionário, mas também há bons negócios no próprio banco.
Por isso eu diria que, mais uma vez, fazer as devidas comparações será o segredo para encontrar a melhor solução.

Se tiver preferência por fazer no concessionário mas nesta comparação encontrar algum valor mais baixo, pode apresentar o mesmo ao concessionário e usá-lo para negociar uma taxa de juros mais baixa.

6 – Carros novos e usados

No passado, comprar um carro usado mas bem estimado era a melhor maneira de poupar dinheiro ao comprar um automóvel.
A principal razão para muitas pessoas optarem por isto, é o facto dos carros novos desvalorizarem consideravelmente assim que saem do stand.

Infelizmente, comprar usado nem sempre é a aposta mais segura pois existem muitos truques para “valorizar” um carro que não tem todas as características que estão a tentar vender.
Reduzir o nº de Km´s é prática habitual mesmo não correspondendo à realidade.

Se são dos que preferem carros usados, comprem a alguém de total confiança ou optem por carros de serviço!
Há quase sempre uns negócios jeitosos nos stands, foi assim que compramos o nosso primeiro carro.
Poupamos quase 5000 € num carro todo equipado e que apenas tinha 2 meses e 2000 kms.

DICA: Se suspeita que o nº de Kms pode não corresponder à realidade pode:
  • Ir ao IMT (pessoalmente ou online), dar a matrícula do carro e é dado a certidão de inspeção. Ou seja, neste documento está apontado os anos que o tal carro foi à inspeção, se foi ou não aprovado, e também o nº de kms que tinha quando a mesma foi feita. Para pedir este documento, o preço é 30€ presencialmente e 27€ se pedido online.

6 – Utilize a internet

Comprar um carro online é definitivamente uma opção a considerar.
Há muitos sites onde pesquisar, e de certeza que conhece alguém que já o fez para ter um exemplo.

Mas não se esqueça dos tópicos que deve ter em conta, ao comprar um carro usado, e que foram referidos no ponto anterior.

7 – Precisa mesmo de todos os extras?

Os extras, na compra de um carro novo, só vão fazer o preço final subir consideravelmente.
Pense: Precisa de todos eles?
Será que precisa mesmo de assentos aquecidos? E a garantia estendida é mesmo necessário?

As garantias estendidas são caras, e, pior ainda, a cobertura é frequentemente muito limitada e não cobre os custos de muitos tipos de falha mecânica em carros novos ou usados. Não se esqueça da garantia que o carro já tem por lei. E para alguma eventualidade, a melhor opção é simplesmente depositar algum dinheiro por mês numa conta de poupança destinada a possíveis reparos e manutenção para o carro.

8 – Faça sempre um Test-Drive

90% das pessoas que compram um novo carro fazem um test-drive primeiro. Não fique entre os outros 10%.

O test-drive é a maneira mais segura para determinar se sente bem e confortável no automóvel.

Afinal de contas, comprar um carro é uma compra importante e é importante pesquisar todos os aspetos do processo.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *