Pitiríase Versicolor – Micose da Praia



A Pitiríase Versicolor, ou mais conhecida por micose da praia, é uma infeção bastante frequente da pele, especialmente nos adultos jovens.

Este tipo de micose (fungo) raramente provoca dor ou comichão. O que o fungo faz é impedir o bronzeamento das zonas da pele afetada, formando placas, ou melhor, “manchas”.

Estas “manchas” nem sempre são brancas, pois quem tem pele naturalmente branca pode ter “manchas” escuras. Em alguns casos também pode surgir alguma escamação.

Sem tratamento, com o passar do tempo, estas pequenas áreas afetadas podem juntar-se para formar placas maiores.

É possível que a pele não volte a recuperar a sua pigmentação normal até muitos meses depois do desaparecimento da infeção.
O processo reaparece com frequência, inclusivamente depois de um tratamento satisfatório, porque o fungo que provoca estas “manchas” é um hóspede normal da nossa pele.
Se reaparecerem as “manchas”, devem repetir o tratamento.

Esta micose aparece devido a alguns fatores, tais como: má-nutrição, aumento da oleosidade da pele, suor excessivo e baixa resistência imunológica, pois favorecem a multiplicação do fungo.

Relativamente ao tratamento deste fungo, são produtos farmacêuticos com CETOCONAZOL ou SULFURETO E SELÉNIO.
Este último tem por norma um cheiro desagradável, logo não seria uma primeira opção.

Relativamente a cetoconazol, existem no mercado cremes, loções cutâneas e champôs com esta substância.
A dica desta aqui é optar pelos champôs. Isso mesmo, leram bem: champôs, mais precisamente, champôs anti-caspa.

Os champôs anti-caspa mais conhecidos: Nizoral e Tedol, têm esta substância ativa: cetoconazol, com a mesma dosagem (20mg/ml), são um pouco mais baratos e têm mais quantidade em comparação aos cremes e loções.
Das duas marcas mencionadas, os preços rodam os 16€ /17€. O Nizoral por norma é ligeiramente mais barato que o Tedol, mas o Tedol tem 200ml enquanto que o Nizoral tem 150ml, logo eu optaria pelo Tedol.

Para o tratamento em si, este deve durar 15 dias. Deve-se aplicar o champô nas zonas afetadas 1 vez por dia e deixá-lo aturar durante 5 minutos antes de enxaguar.

Atenção, devo realçar que o tratamento não vai fazer com que as manchas desapareçam. A pele nas zonas afetadas não está bronzeada devido ao fungo que impede o mesmo. O tratamento vai apenas tratar do fungo. Depois do tratamento, e com nova exposição solar, as manchas vão ficando mais disfarçadas.

Se gostou deste artigo, também vai querer ler ESTE.

Para mais informações sobre este tema, falem com o vosso médico e/ou farmacêutico.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *