Como poupar no gás



Novo artigo de leitura obrigatória para todos nós que somos poupadinhos :-), como poupar no gás.

Como poupar no gás?

Dentro das despesas que fazem parte do nosso dia-a-dia, uma das inevitáveis é a fatura do gás.
Como viver sem esta comodidade?
Sendo que praticamente é impossível abdicar do seu valor, vamos ter em conta pequenos pormenores que poderão fazer alguma diferença na factura final.

Na cozinha:

  • Prepare com a devida antecedência todos os alimentos e utensílios que pretende usar nos seus cozinhados, com tudo ao lado do fogão não perderá tempo e consequentemente não gastará gás extra;
  • Nos cozidos opte por aquecer a água num fervedor elétrico.
     O gás que gastará para ferver uma panela cheia de água é bem mais elevado do que será 1 minuto de electricidade no fervedor

já para não falar no factor tempo;

  • Use a panela de pressão sempre que possível
    A verdade é que usando-a os alimentos cozem muito mais depressa. As panelas mais actuais trazem também um separador que permite ao mesmo tempo cozer a vapor, podem então preparar alimentos distintos de uma só vez, dupla poupança;
  • Use sempre tampas nas suas panelas O cozinhado será mais rápido, e mesmo antes da refeição estar completamente apurada, pode desligar o fogo, mantendo a tampa por mais algum tempo, o calor acumulado fará o resto;
  • Quando a cozedura já estiver a ferver, coloque a tampa e baixe a chama

 gasta menos gás e a preparação da refeição terá a mesma duração, não é uma chama enorme que fará a diferença;

  • Atenção ao factor tamanho
    Panelas enormes numa boca pequena ou panelas pequenas em bocas grandes não diminuirá em nada a sua conta de gás, em ambas as opções estamos perante desperdício de gás.
    Opte pela lógica “cada coisa no seu devido lugar” escolhendo a boca adequada ao tamanho da panela;
  • Na lavagem da louça, sempre que possível opte por água fria.

Banho:

  • Evite banhos de imersão, trocando-os por duches rápidos;
  • Enquanto aguarda que a água do duche aqueça aproveite a água fria para colocar num balde.
    Assim ficará com água para limpezas ou para regar plantas, e o gás acabou por não ser totalmente desperdiçado;
  • Se ainda usa um esquentador dos mais antigos, opte por desligá-lo em casos de ausência prolongada;
  • Se for uma opção possível do seu equipamento, no Verão diminua a temperatura da água no esquentador (ou na caldeira a gás);

Outras sugestões:

  • Se os seus aquecimentos são a gás, existem alguns pontos que poderão fazê-lo reduzir esta fatura.
    Bons isolamentos são imprescindíveis para reduzir a entrada de frio exterior e manter o quente interior;
  • Ao anoitecer baixe as persianas para evitar o frio.
    Durante o dia abra-as para entrar o sol e assim aquecer um pouco a casa, repita o processo todos os dias e possivelmente o tempo de utilização dos seus aparelhos a gás diminuirá;

Por fim, fala-se imenso do uso de painéis solares o que a longo prazo traz uma poupança significativa. 

É uma opção um tanto quanto controversa devido ao grande investimento inicial.
E para culminar existem opiniões para todos os gostos vindo de quem usufrui.
Mas nada como estudarem os prós e os contras, para, quem sabe um dia, tomar esta decisão.

Artigo originalmente escrito para o E-Konomista.pt a 22/10/2014

Relacionados

2 thoughts on “Como poupar no gás”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *