BioConfusões



BioConfusões

Nos últimos anos, tem-se verificado um aumento da consciência ambiental por parte das empresas e esse aumento não irá parar. No entanto, existem muitos erros ao falar do que é sustentabilidade e sobre alguns termos muito usados. Neste post vamos falar sobre as diferenças entre biodegradável, biológico e enzimático e o que é um produto ecológico para não existir mais lapsos e para a/o ajudar na compra de produtos que ajudem o planeta. 

E entretanto, não se esqueça que tem 10% desconto em TUDO no site da Inokem com o Código JANINE. Tudo AQUI.

Sustentável
O produto sustentável é aquele que apresenta o melhor desempenho ambiental ao longo de seu ciclo de vida, com função, qualidade e nível de satisfação igual, ou melhor, quando comparado com os produtos “normais”. 

Biológico 
Produtos biológicos, são soluções compostas apenas de organismos sem qualquer agente químico associado. Atualmente, estão sendo desenvolvidos na Inokem para uma área da biotecnologia, que é a biorremediação. Os nossos biológicos, são compostos de diferentes colónias de microorganismos que em contacto com as contaminações ou os excessos, produzem enzimas, permitem regenerar o equilíbrio do ecossistema original. A Inokem, está atualmente a desenvolver diversas soluções de futuro, 100% biológicas, que visem a aplicação destes princípios às limpezas domésticas.

Biodegradável

São definidos como biodegradáveis, todos os produtos que, quando utilizados ou aplicados, se desintegram totalmente, num curto espaço de tempo, sem deixar resíduos no meio ambiente  Seria maravilhoso se tudo que usamos fosse biodegradável, mas enquanto isso não é possível, podemos escolher alguns produtos que têm a versão bio para incluir na nossa vida.

Enzimático

Produtos enzimáticos, são aqueles que estão numa transição entre os puramente químicos e os totalmente biológicos. São produtos que utilizam ambos mundos para oferecer um compromisso de excelência ao nível da eficiência, e de impacto reduzido no ambiente. Estas soluções são atualmente das mais evoluídas na aplicação em limpezas profissionais.

Ecológicos

Ecológico é todo e qualquer produto que não ataca o meio ambiente, a fauna e a flora – o ecossistema de forma geral. Assim, entendemos que empresas que desenvolvem produtos ecológicos têm como foco as causas de proteção ambiental.

Produtos ecológicos podem ser considerados quando feitos de materiais recicláveis, plásticos biodegradáveis, inseticidas biológicos e produtos que não contêm pele animal.

Assim surge o conceito limpeza ecológica, ou no Green cleaning, movimento a favor da utilização de produtos e métodos de limpeza que não sejam nocivos ou reduzam o impacto ao meio ambiente e saúde humana.

A limpeza ecológica requer mais que a utilização de produtos ecológicos, requer um sistema de limpeza que opte por materiais reutilizáveis e duradouros e correta gestão dos resíduos. Hoje em dia, consumidores encontram-se cada vez mais preocupados com realidade e as escolhas de limpeza que contribuem para a redução da pegada ecológica fundamental ao futuro das próximas gerações.

Então podíamos acabar o blog sem umas dicas para uma limpeza mais eco!

1.Compre sempre produtos concentrados.

Esta dica já foi falada várias vezes aqui no blog e nas nossas redes sociais, mas é essencial quando estiver para fazer a escolha entre produtos. Produtos concentrados ajudam financeiramente (pois são mais baratos), e ambientalmente, pois consomem menos recursos naturais.

2.Reutilize as suas embalagens. 

Embalagens de plástico podem sempre ser reutilizadas em casa. Pode sempre DYI as garrafas para peças decorativas ou então para guardar alguma coisa. 

3.Recicle as embalagens 

Se não tiver a oportunidade de reutilizar as embalagens então recicle. Antes de as reciclar lavar bem com água. 

reciclar embalagens

4.Leia e aplique as recomendações do rótulo

Utilize sempre os produtos como recomendado para não haver desperdícios.

 

5.Informação nunca é demais

Antes de comprar o que quer que seja, informe-se sobre o que é realmente ser sustentável e como diminuir a sua pegada ecológica. Este é o primeiro passo para um futuro melhor para as gerações mais novas. 

 

 

“Artigo escrito em parceria com Inokem

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *