10 Dicas para poupar na Decoração

No que diz respeito à decoração, penso que todos nós temos o mesmo objetivo final:
– Transformar uma casa comum numa casa acolhedora que reflete quem lá vive. Mas chegar lá pode levar algum tempo, especialmente quando não se tem orçamento.

O mobiliário pode ser caro e muitas vezes as grandes compras precisam ser espaçadas.
Da mesma forma, encontrar “arte”, quadros e aproveitar o tempo para pendurar tudo pode ser um desafio.
Mas as paredes vazias dão a sensação de casa “despida” e não vivida, logo as peças de decoração são tão ou mais importantes que as peças grandes de mobília.

Aqui vos deixo uma lista de dez dicas para economizar quando se trata de decorar a casa;
Cinco para economizar em móveis e cinco para economizar em arte e decoração.

  1. Comprar com desconto
Antigamente comprava-se mobília para durar uma vida! Hoje as pessoas alegam que se cansam e portanto o meu conselho é que não comprem peças muito caras!
Na remodelação do meu escritório (que ainda não terminou, mas podem ver tudo no Instagram) recorri ao Clubefashion, onde consegui as melhores marcas de mobília e decoração com descontos até 90%!
A única coisa que não comprei no Clubefashion foi a secretária, porque aproveitei uma que gostei nos saldos da Conforama (tinha 30% desconto) os quais acumulei com o dia Sem IVA!
A loja IKEA também é umas das mais populares entre os portugueses, devido aos preços baixos e facilidade de montagem em casa (evitando o pagamento deste serviço)!
Para mim a grande vantagem de comprar mobília mais barata é exatamente, o facto de não me obrigar a viver com ela para sempre.
Confesso que gosto de mudar de vez em quando, e se uma mesa me tiver custado 500€ em vez de 150€, vai custar-me mais desfazer-me dela.
Mas aqui cada um faz como desejar, há quem prefira gastar muito numa boa mobília, já a pensar mantê-la para toda a vida.
  1. Lojas de segunda mão e OLX

Isto requer mais trabalho em termos de pesquisa, mas o retorno vale a pena. Existem peças únicas e bonitas que as pessoas conseguem em lojas de segunda mão e vendas online como o OLX.
Eu própria já vendi mobília em excelente estado no OLX.
Muitas destas peças irão precisar de algum “tratamento” para que fiquem com uma “nova cara”, mas sai mais barato do que comprar algo totalmente novo.

  1. Diga “Sim!” às peças familiares

Quando um membro da família ou amigo lhe oferecer mobiliário em segunda mão diga: “Sim! Obrigado!” E encontre uma maneira de fazê-lo funcionar.
Cubra um sofá velho, pinte as cadeiras de jantar “vintage” da avó, restaure a estante antiga, etc.

  1. Os “Pares” não precisam de corresponder.

Muitas vezes na decoração da casa, precisa-se de duas coisas: duas lâmpadas, duas mesas-de-cabeceira ou duas cadeiras de jantar. E comprar dois de qualquer coisa pode sair mais caro!
Bem, a boa notícia é que esses dois itens não precisam de corresponder, isto é, não precisam de ser iguais.
Então, se comprar apenas um item é o que está no orçamento, pode encontrar uma alternativa mais barata para o par.
O único aspeto a ter em mente é o tamanho.
As proporções e a altura têm de ser semelhantes, de modo que os dois itens sejam equilibrados, mas já vi decorações destas, alternativas, bem giras.

  1. Use puffs como assentos extra.
Qualquer um sabe que ter um cadeirão é caro e convém ter um assento ou outro extra para os convidados. Eu sugiro um “puff”.
Não precisam de ser aqueles de esferovite gigantes, existem muitos no mercado que são bastante elegantes e dão um toque especial à sala.
E, o melhor de tudo, são económicos e não ocupam muito espaço se a sala for relativamente pequena.
  1. Faça a sua própria arte.

Pegue numa tela, alguma tinta, uma boa música e força!
O que é o pior que pode acontecer? Não gostar do que fez, mas entretanto já foi uma boa terapia!
Quem tem jeito para fotografia, pode sempre fazer algo nesse sentido.

  1. Não há arte? Use seus acessórios de moda!

Pendure as coisas que já possui: bolsas, chapéus e jóias na parede. Não só mantém esses itens organizados, como ocupa (“decora”) espaço na parede.
Veja no Pinterest ideias lindas para conseguir efeitos incríveis com este tipo de decoração!

  1. As estantes não são apenas arrumação

As estantes ocupam uma boa quantidade de espaço na parede e poupam a necessidade de terem quadros e afins (e não precisa de furar nada!).
Então certifique-se de que esta exibição funciona num nível prático e visualmente atrativo. Isso requer um pouco de estilo de sua parte. Em vez de preencher tudo com livros e dvds, mantenha-os arrumados e adicione algumas peças de acento, lembranças e molduras.

  1. Dê estilo à sua mesa de centro.

Uma mesa de centro sem nada não é mau, mas fica mais agradável com algum estilo.
Recomendo que coloque algo como: elementos naturais para adicionar cor e textura, velas para criar ambiente e aroma à zona e/ou livros/revistas para entreter visitas.

  1. Menos é mais.

Já todos ouvimos esta expressão e na decoração esta frase é aplicável 99% das vezes. Não precisa de ter muita decoração e bugigangas para ter uma casa bonita. Faça de vez em quando uma reciclagem ao que tem e pense se realmente precisa de determinadas peças (pode sempre vender online, dar a uma amigo e/ou familiar ou dar a uma instituição de caridade).

=> 10 truques para manter a casa mais limpa AQUI.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *