Poupar na conta da água



Recuperei este artigo de 2014, porque neste momento não se trata somente de uma questão de poupar dinheiro, mas também da crise de seca que a país atravessa.

Algumas das medidas que mencionei aqui (e que deveriam fazer parte das nossas rotinas sempre, não só em situação de crise) são as que o governo está a dar como sugestões.

A primeira vez que abordei este tema, foi quando fui ao Queridas Manhãs, na SIC, e aqui ficam as dicas de como poupar na água:

1 – É importante evitar gastos de água desnecessários, por isso desligar bem as torneiras é imperativo, aquelas pinguinhas que deixamos a correr sem querer, durante 8 horas fora de casa, são alguns cêntimos na conta final do mês! 

2 – Enquanto estão a lavar os dentes, não deixem a água da torneira a correr.
Simplesmente desliguem-na, pois provavelmente nem sequer a estão a usar.
Utilizar um copo durante o acto de lavar os dentes é também uma boa opção, poupam muito mais.
 

3- Tenham sempre um alguidar no lava-loiça;
Passar a loiça por água desta forma, é mais económico que passar por água corrente!
Se usam máquina de lavar loiça, para amolecer/tirar as sujidades antes de ir à máquina esta também é a uma das forma mais poupadinhas.

4 – Evitem duches demorados, mas apostem sempre no duche ao invés dos banhos de imersão.

5- Utilizem redutores de água nas torneiras, ou então utilizem os famosos chuveiros ecológicos, a diferença é notória.

6 – Enquanto aguardam que a água do duche fique quente, coloquem um balde por baixo da torneira.
Com esta água poderão posteriormente fazer limpeza, descarregar o autoclismo ou regar plantas.

7 – Ponham a máquina de lavar loiça a funcionar só quando a mesma estiver cheia!
Façam o teste, e mesmo com a máquina cheia usem o programa da meia carga para ver como fica, experimentei na minha, e nunca mais usei o programa completo, mesmo com a máquina a abarrotar fica 5 estrelas!

8 – Em vez de passarem a loiça suja, que vai para a máquina, por água, optem pelo guardanapo que usaram durante a vossa refeição.

9 – Coloquem uma garrafa cheia de água dentro do autoclismo (só dá para os antigos, nos já embutidos na parede não é possível, mas estes já têm a meia descarga), a garrafa está a ocupar espaço que poderia ser constantemente ocupado por água.
Desta forma, está a evitar utilizar mais água, para a mesma descarga.

10 – Lavem o carro com um balde e esponja, e não com mangueira, assim como a deverão evitar também para lavar varandas, e terraços!
O aconselhável é um balde e uma vassoura.

11 – Se tiverem pouca roupa para lavar é preferível deixar juntar o suficiente para usar a máquina bem cheia, ou então optar por lavar esta, pouca, roupa à mão! 

12 -Também a água com que fazem limpeza, pode ser utilizada depois para uma descarga de autoclismo, por exemplo!
Assim imaginem, a água que saiu fria, antes do vosso duche estar quente, não foi desperdiçada, teve um aproveitamento enchendo um balde!
Teve dois aproveitamentos ao ser usada para limpeza, e ainda um terceiro aproveitamento para uma descarga de autoclismo, ou seja, a mesma água que por norma desperdiçamos passa a ter três utilidades.  

13 – Reguem o jardim em horas de menos calor e menos vezes por dia/semana.

14 – Se vivem em apartamentos esta tarefa será mais complicada, mas numa casa térrea é possível aproveitar a chuva com reservatórios ou baldes, e assim receber água para várias tarefas, tais como a rega do jardim, limpezas domésticas, lavagem do carro ou até mesmo como substituto do autoclismo.

15 – Aproveitem a água das cozeduras de peixe, frango, pato, etc para fazer depois outras refeições, tais como canja, massadas de peixe, arroz de pato, etc.

Existirão muitas outras formas de poupar ou aproveitar água, estas são apenas algumas das mais banais. Espero ter ajudado. Se quiserem ver a minha participação no Queridas Manhãs, cliquem AQUI

 

 

 

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *