A Kiabi, a Primark e o resto



A Kiabi, a Primark, o gosto, o não gosto e a minha humilde opinião.

Quando escrevi este artigo e partilhei na página de FB do Poupadinhos, viu-se claramente que boa parte das pessoas não o leu, só viu o título e como tal choveram comentários a alertar para a já existência de lojas Kiabi em Portugal, que isto não era nada de especial, que não percebiam qual a novidade, etc, etc.

Ora as lojas já existentes em Portugal, foram devidamente mencionadas no artigo, informando ainda (e a julgar pelos comentários, disso não sabiam) que as lojas em questão são franchising e agora a marca abre pela primeira vez em Portugal com lojas próprias, o que faz toda a diferença, como devem calcular.

E essa é a grande novidade, e é também por isso que o artigo começa com a frase “Kiabi chega oficialmente a Portugal”, porque franchising é uma coisa, loja própria é outra, e quando visitarem as lojas poderão perceber a diferença, se assim não fosse a imprensa não daria tanta importância a esta inauguração.

Não se aborreçam com isto, se ninguém dissesse que a Kiabi estava quase a chegar, reclamávamos porque a publicidade foi fraca 😉

Eu pessoalmente abri as notícias sobre isto, graças aos títulos, e se o título fosse “Mais uma Kiabi em Portugal” (que não é mais uma, é a loja própria, volto a frisar) não teria aberto a notícia e portanto nem ficava a saber desta novidade. 

Depois  vieram as opiniões, uns poupadinhos adoram outros odeiam, há quem diga que compra calças e coisas giríssimas a bons preços e não obstante, há quem afirme que é mais uma chinesada e que a roupa não tem qualidade nenhuma.

Ou seja, facilmente concluímos que nunca conseguiremos agradar a gregos e a troianos, e o melhor mesmo é lá irmos ver com os nossos olhos e cada um tira a sua conclusão, boa?

Obviamente nunca poderemos comparar uma Primark com uma Lanidor, por exemplo, mas cada coisa para a sua coisa, as pessoas que não podem comprar Lanidor vêem na Primark uma excelente alternativa e é disso que se trata.

A comparação Kiabi/Primark, foi a comparação que toda a imprensa fez.

Eu não conheço a Kiabi, quanto à Primark tenho uma à porta de casa, mas penso que esta comparação não tem exatamente a ver com a qualidade dos artigos ou coleções, mas sim com o conceito. Lojas enormes, coleção que roda de 15 em 15 dias, preços baixos e oferta para toda a família. E isso chega-me.

O resto é só o resto, e uma vez que as lojas próprias ainda não abriram, se calhar era boa ideia esperarmos e depois falarmos!

Sabiam que na zona de Portimão muitas pessoas se recusam a comprar roupa na Primark?
Uns dizem que é roupa “foleira”, que depois andam todos de igual, que não tem qualidade nenhuma, que lavam 2 vezes e vai para o lixo, até já me disseram que a roupa da Primark é cancerígena, oh meu Deus as coisas que as pessoas dizem, enfim…

No entanto, está meio  Portugal ansioso por ter uma Primark mesmo à  mão!
Eu tenho a minha opinião sobre a Primark, e já comprei coisas boas, coisas más, têm essenciais espectaculares, como aliás já partilhei aqui no blog convosco, para os miúdos é brutal, para mim não encontro pijamas iguais e honestamente prefiro ter uma loja com muita oferta (mesmo que não seja top, às vezes é mesmo isso que procuro) que em muitos casos dá um jeitão, do que não ter!

Venha Primark, venha Kiabi, desde que me aumente as probabilidades de poupar, quero lá saber se são realmente comparáveis ou não, quero é ter opção de escolha e o resto logo se vê!

Aguardemos então, às centenas de pessoas que rejubilaram com esta novidade (claro que reparei em vocês, há muita gente ansiosa pela abertura da Kiabi como loja própria), prometo informar as datas de abertura e dar a conhecer o espaço onde abrirá no Porto! Beijinhos e boas poupanças.

 

 

 

  

 

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *