Ser feliz não é caro – O livro da grande poupança

Já está à venda o meu livro “Ser feliz não é caro”.

Anunciei na passada 5ª feira o lançamento do meu primeiro livro “Ser feliz não é caro” – O grande livro da poupança, e a novidade (no geral) foi muito bem recebida, para além de ter causado muita curiosidade por parte de todos vós.

Como tal, venho contar-vos um pouco desta aventura, porque sei que querem muito saber e dar-vos também alguns pormenores sobre o conteúdo.
Embora eu tivesse esta vontade há muito, e já tivesse pensado em algo mas numa abordagem diferente, a editora Esfera dos Livros, endereçou-me um convite irrecusável. Confesso que na altura achei que seria quase um milagre conseguir concretizar o que me era proposto, tinha os meus filhos (um era bebé de 5 meses), a casa, o blogue, o marido, dar aulas, ui, vi o caso mal parado, mas como não sou mulher de baixar os braços, falei com o meu marido e quando ele comentou comigo que ia ser quase impossível cumprir prazos, respondi-lhe “Nem que eu não durma”, ele disse que me apoiaria no que fosse necessário e assim foi, o sim foi dado e as madrugadas começaram.

O plano já estava bem definido, a ideia era de uma forma simples e direta compilar num só livro, várias dicas de poupança em diversas áreas. Dividi o índice em 12 capítulos, abordando aquelas que apurei, ao longo destes anos de blogue, serem a maiores dificuldades dos portugueses no mundo das poupanças. Para mim a poupança é a marca do consumidor atento e inteligente, e este livro não podia ser mais perfeito no que diz respeito a tornar todos os portugueses atentos e com conhecimento de causa quando o assunto é poupar! Este é o livro que faltava aos portugueses para se organizarem no mundo das poupanças e perceberem que “Ser feliz não é caro”.

Para comprovar o que escrevi, durante estes meses, testei e acumulei também exemplos reais de poupança e os mesmos estão esmiuçados em todos os capítulos. Poupar no supermercado, casa, impostos, seguros, saúde, lazer e crianças são apenas alguns dos assuntos em que se tornarão especialistas depois de lerem o livro.
Obviamente que não escrevi este livro a pensar nas pessoas que já sabem (ou acham que já sabem) TUDO sobre poupanças, este livro, foi feito especialmente para quem se quer especializar ainda mais, para quem é novato nisto, para quem não gosta de internet, para quem não segue blogues, para quem não gosta de fazer uma leitura longa num ecran, para quem é mais prático e gosta de consultar dicas rapidamente sem ter de ligar o computador ou ir a algum dispositivo, este livro pode até ser para quem segue este blogue desde o início porque 80% do conteúdo é inédito, mas tinha que esclarecer este ponto, porque alguns seguidores acham que o livro é sobre como poupar no supermercado, e não é, é muito mais do que isso e vale a pena ler.

Continuando, este que era para ser somente o grande livro da poupança, estava quase a terminar de escrevê-lo, quando me lembrei que seria giro incluir alguns vales de desconto no livro. A minha primeira ideia, claramente foi supermercado/bens essenciais. Marquei reunião com a PACSIS (empresa gestora de vales em Portugal), tivemos mais de 3 reuniões, contactei várias marcas, e chegou-se a duas conclusões, uma (e que vocês já devem ter reparado) cada vez menos as empresas têm interesse em dar vales, e duas, colocar num livro vales para supermercado, em que cada um teria que ter um código de barras único, alguns teriam até de ter holograma e ainda correr o risco da fraude com fotocópias, iria aumentar o custo do livro em dezenas de €uros, e essa não era a intenção, a intenção era oferecer um manual de poupança por um preço justo, ainda que isso implicasse abdicar dos vales. Abdiquei, com muita pena minha.
E de repente fez-se luz! Porque não contactar algumas das lojas preferidas da comunidade poupadinha e propor participarem na primeira edição do livro com vales? E assim foi, deu muito trabalho, mas consegui vales para o Zoomarine (quem não for do Algarve quando vier de férias aproveite), para hotéis, óticas, cabeleireiro, estética, para a Dreambooks, para a Goodlife, para a Ox Nature, para o Stock-off, para a Gearbest e muito, muito mais. No fundo estes vales são só um miminho exclusivo da 1ª edição, não são (e nem pretendo que sejam), o principal atrativo do “Ser feliz não é caro”, caso contrário teria negociado vales sem prazo de validade para poder usar em possíveis próximas edições. Se eu vos queria ter dado mais? Claro que sim, não imaginam a minha tristeza quando percebi que os vales de supermercado iam ser impossíveis, mas penso que não é isso que fará a diferença, a diferença será feita com o que vão aprender durante a leitura, e depois com o que aprenderam mais facilmente conseguirão os ditos vales de desconto ( também com a minha ajuda aqui no blogue, é claro!).

Porque é que este livro é obrigatório na vossa mesinha de cabeceira? Porque vai ajudar-vos, vai ajudar muitas famílias portuguesas e esse é o meu maior troféu, saber que estou a contribuir para que os portugueses aprendam a comprar, escolham bem sem hesitar, vivam melhor e sejam felizes.

É isso, meu queridos “Ser feliz não é caro”, está à venda em todas as livrarias Bertrand e FNAC, e já está a caminho das grandes superfícies Continente, Jumbo, etc., custa 14,20€ mas está com 10% de desconto por ser novidade. Podem também comprar online na FNAC, Bertrand e Wook. Espero que gostem, aprendam e poupem muito.

Relacionados

2 thoughts on “Ser feliz não é caro – O livro da grande poupança”

  1. Adorei o restemunho de poupança prestado no AgoraNos pela Janine Medeira com a qual me identifico muitíssimo, e de quem gostaria a receber dicas de poupança.

    1. Obrigada minha querida 🙂 é só continuar a seguir o blogue que vai ter acesso a todas as dicas. Pode também aceitar receber as notificações (basta clicar no sino que está no canto inferior esquerdo do ecran) e assim recebe um sinal sempre que há novidades no blogue. Compre também o livro, vai adorar. Um grande beijinho 🙂

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *