Quando um bebé cai o que fazer? – Susto de fim de semana

Quando um bebé cai, nunca se ganha para o susto!

Já passou mais um fim de semana, e acabou por ser, no geral, muito bom!

No sábado passamos o dia no Aqualand, e foi espectacular.

No Domingo passamos o dia na piscina em casa dos avós, e terminamos a jantar em família na nossa pizzaria preferida.

São tão bons os fins de semana!
Amo passar tempo de qualidade com os meus filhotes, marido e família!

Mas foi no sábado que o Dilan caiu e pregou-nos um susto daqueles.

Depois do dia no Aqualand, passamos por casa dos meus pais, e bem, o Dilan começou a andar aos 11 meses…

neste momento ele não anda, ele corre, e quando menos esperamos larga-se a toda a velocidade

E foi assim que aconteceu…começou a correr, tropeçou num tapete e voou exatamente até ao primeiro degrau das escadas.
Bateu com o lado esquerdo da cara (perto do olho) mesmo no degrau.

Naquele mesmo instante inchou imenso…e o meu coração congelou.

O que fazer quando um bebé cai assim?
– Colocamos gelo de imediato (não diretamente, enrolamos num pano)
– Podem usar outra coisa, mas aconselho vivamente arnica, ou melhor o Arnidol em stick
– Vemos se existem mais alguns ferimentos ou inchaços.
– Ficamos atento à disposição do bebé nas próximas horas

E depois é dar muitos miminhos porque eles apanham um  grande susto, e não sabem lidar bem com tamanha dor.

A nossa dor é no coração, é horrível ver os nossos filhotes a sofrer!
E principalmente, nos primeiros momentos ficamos aflitos para perceber o que realmente aconteceu, onde se magoaram, ao mesmo tempo tentamos consolá-los, enfim…

A sorte é que as crianças têm uma capacidade de ultrapassar a dor como nenhum adulto tem!
Passados 10 minutos já estão com uma energia e com uma boa disposição que deixa qualquer um incrédulo

E assim foi! Dormiu muito bem, o inchaço do olho praticamente desapareceu após o gelo, e agora está a começar a ficar uma cor ligeiramente azulada, mas muito pouco.
Estou a pôr Arnidol para ver se passa depressa.

Atenção mamãs e papás, isto são coisas que não conseguimos evitar, e durante a infância não vão acontecer somente uma vez.
Por isso o meu conselho é que mantenham o sangue frio quando há um pequeno acidente.

Maior atenção quando a queda é de costas ou de cabeça, nesses casos os cuidados são outros e por vezes podem até pedir uma visita ao hospital.

Felizmente tivemos sorte! Hoje quando o deixei na escolinha a educadora disse logo:

Pois, agora só queres é correr!

Nem foi preciso explicar o que tinha acontecido, ela adivinhou!

E pronto, não ganhei para o susto,  mas está tudo bem!

PS: O mano Isaac  também chorou com o irmão, mas foi porque estava cheio de pena (como ele disse).

E por aí? Muitas aventuras destas?

Se gostaram deste artigo também vão gostar deste.

Já super bem disposto.

Relacionados

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *