Porto – Gaia, a estadia que me apaixonou!

FUI CONVIDADA PARA VIR APRESENTAR O MEU LIVRO “SER FELIZ NÃO É CARO” À PRAÇA DA ALEGRIA, E UMA VEZ QUE O PROGRAMA É GRAVADO EM GAIA NA RTP PORTO, RESOLVI VIR UM DIA ANTES PARA ESTAR MAIS TRANQUILA E APROVEITAR PARA CONHECER UM POUCO A CIDADE.

O tempo não foi muito, mas foi mais que suficiente para me apaixonar.
Tive uma sorte descomunal e apanhei em pleno Abril, uns verdadeiros dias de Verão, juro!
Estava toda a gente nas esplanadas, a passear nas marginais, os restaurantes estavam cheios, os turistas encantados, a baixa não podia estar mais bonita e esplendorosa.
Vou deixar-vos algumas fotos para verem os locais lindos que visitei (para quem não conhece, claro).
E com muita pena minha não trouxe os miúdos nem o homem, porque isto acabou por ser meio à pressa.
Mas já prometi a mim mesma que precisamos urgentemente vir passar uns dias ao Porto.

Fiquei alojada no Hotel Golden Tulip Porto Gaia, também conhecido como Casa Branca e adorei.
Nem no centro, nem muito longe, em 10 minutos de comboio pus-me na baixa (Estação de S. Bento, coisa mais linda que vi nos últimos tempos!!).
O staff foi muito atencioso e simpático, e a decoração clássica, assim como a varanda e a vista do meu quarto, fizeram as minhas delícias.

O meu momento do dia quando estou em hotéis é sempre a primeira refeição.
E desta vez fiquei surpreendida com uma sala de pequenos-almoços muito acolhedora e com uma vista maravilhosa para o mar.

Eu não sou pessoa de me encher de comida pela manhã, mas tenho que dar a mão à palmatória, os bolos em miniatura, os queijos, os folares e o pão-de-ló caseiro, obrigaram-me a usar dois pratos logo pela manhã.

No quarto, tenho a destacar o conforto, o rápido wifi gratuito, e apesar de ter gostado mesmo de tudo, o chão da casa-de-banho marcou pela diferença, muito bonito mesmo.

Sei que anteriormente o hotel chamava-se Casa Branca e como tal acredito que é um hotel antigo.
Mas passou por uma remodelação e tenho a dizer que foi perfeita, está tudo como novo.

Jantei uma bela duma francesinha, fiquei a rebentar pelas costuras, mas valeu a pena!
As pessoas, o ambiente, a música, tudo tão diferente do Algarve, não estou a dizer que no Algarve seja mau…
Mas  aqui foi tão bom, acho que no Norte são mais festeiros, mais descomplexados!
Amo o meu Algarve e a minha gente algarvia, mas apaixonei-me pela simplicidade do Porto!

Na RTP tive uma experiência fantástica, produção e apresentadores 5 estrelas, sorrisos e simpatia vindas de toda a parte!
Tive uma sorte fenomenal dos outros convidados serem o Berg e o Fernando Mendes, e criou-se um ambiente muito giro nos bastidores!

O Berg é um verdadeiro senhor, uma simpatia e humildade indescritíveis, merece tudo o que conquistou!
O Fernando Mendes é o que já se sabe, simpático e divertido até mais não, leva a vida numa boa e foi tudo muito animado!

Foi uma manhã em grande, adorei!

Saída da RTP, apanhei o comboio até à estação de S. Bento e confirmei “estava oficialmente apaixonada pelo Porto” e por toda a sua envolvente!

Palavras não podem descrever a magia desta cidade! Prefiro deixar toda a experiência em fotografias!
Espero que gostem!

Obrigada RTP por este convite, obrigada por tudo!

Relacionados

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *