Passar a ferro – Deixe de o fazer

E é assim que cá em casa nunca passamos a ferro!
Confesso que não sou muito dada a tarefas domésticas, o que mais gosto de fazer é cozinhar.
O que mais detesto fazer é lavar loiça.

Não desgosto de limpar casas de banho, mas dispenso passar a ferro!

Para esta última, tive que encontrar soluções, umas à minha custa, outras ouvindo conselhos da mãe e avó.
outras vezes pesquisando bastante, o importante era deixar de passar a ferro.

Ao fazê-lo poupo tempo, poupo dores de costas e muito principalmente poupo eletricidade.

Os meus truques para não passar a ferro são:

– Quando compro roupa, vejo logo se é fácil de amarrotar e demora muito a passar a ferro, se for, fica na loja

– Seguir as ordens do fabricante e tento não colocar roupa em excesso na máquina.
Quando excedemos o peso ou a quantidade possível, provavelmente a roupa virá mais amarrotada
– Não lavo roupas muito pesadas (gangas por exemplo) com roupas mais leves.
A tendência é as leves ficarem bem mais amarrotadas que o normal
– Coloco as molas em locais não visíveis da peça quando é vestida (exemplo debaixo dos braços).
As molas à toa vão marcar a roupa em certos sítios que depois obrigam a passar a ferro
– Apanho a roupa e dobro logo, amontoar para dobrar depois é o maior erro que se pode cometer
– Uso uma dose a mais de amaciador durante a lavagem, permitindo que a roupa fique mais macia, logo vinca menos
– Estico bem a roupa antes de estender, nenhuma peça é estendida conforme sai da máquina.
Tenho sempre o cuidado de esticar ou sacudir mesmo muito bem, de forma a deixar a roupa praticamente lisa, quase 0% vincada
– Camisas e vestidos coloco diretamente da máquina para o cabide e estendo-os dessa forma, já pendurados.
Num dia com alguma aragem as camisas parecem que acabaram de ser passadas quando as recolho.
Honestamente saem diretamente da corda para o roupeiro


– Calças de ganga, são muito bem esticadas e dobradas em dois e depois coloco-as debaixo do colchão.
Truque da minha avó, ficam lá 1 dia, quando vou buscá-las estão impecáveis

*Peças altamente proibidas de passar a ferro: Pijamas, cuecas, lençóis, blusas interiores, atoalhados, collants e meias.

Experimentem, e se mesmo depois de usarem estes truques todos, ainda tiverem que passar a ferro, é única e exclusivamente porque querem 🙂

Se gostou deste artigo, também vai gostar deste.

Relacionados

4 thoughts on “Passar a ferro – Deixe de o fazer”

  1. Dá mais trabalho (e demora mais tempo) aplicar esses truques todos do que passar a ferro com um bom ferro (de caldeira por exemplo) 😀

    1. Tenho de discordar 😉 primeiro porque os truques não se usam todos aos mesmo tempo, são específicos, e depois porque estes truques é algo que quem o faz está mecanizado, nem o sabe fazer de outra maneira! Que trabalho é que dá esticar a roupa antes de a estender e quando a estamos a apanhar dobrá-la logo em vez de a jogarmos para um cesto? Quando oiço amigas a dizerem que tiveram 3 horas a passar a ferro, vejo as vantagens de usar os meus truques. Mas também tenho amigas que adoram passar a ferro, gostam do seu ferro de caldeira, e respeito isso, eu é que não tenho paciência para passar horas em pé, e abre tábua e fecha tábua e arruma tábua, ahahaha, sou uma preguiçosa que arranjou uma maneira de contornar a situação 🙂 Beijinhos

  2. Concordo contigo Janine e também faço o mesmo. Não passo quase nada a ferro😉 sem dúvida que é mecanizado, nem sei fazer de outra forma (até estou a passar essas “manias” aos filhos)☺detesto estender e apanhar roupa embrulhada

  3. Boa noite.
    Adorei. Já conhecia alguns destes truques, outros vou passar a aplicar.
    O truque da roupa debaixo do colchão também era muito usado pelo meu pai ( antigamente não era tão fácil conseguir passar).
    Detesto passar roupa por tal todos os truques são bem vindos.
    Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *