Dúvida poupadinha do dia #2

A primeira dúvida do dia, foi um sucesso, para quem não viu, pode ver AQUI.

Por isso cá está a “Dúvida poupadinha do dia #2” e acho que vão gostar.

Dúvida, colocada pela poupadinha S.

Como se consegue poupar recebendo apenas um ordenado de 557€ com despesas de habitação, água, luz, gás, internet e alimentação para 2 pessoas?

Ora aqui está um exercício de poupança muito puxado, mas nada é impossível. Ficam algumas dicas:
– Eliminar das despesas tudo o que não for necessário para sobreviver.
Precisam mesmo de internet? Telemóvel? 100 canais por cabo? Em casos destes, há que estabelecer prioridades;


– Evitar gastos extras desnecessários, café ou pequenos almoços diários na pastelaria, tabaco, etc.;


– Durante um mês, guardem todos os talões e apontem todos os gastos que tiverem.
No final do mês, com calma, analisem onde gastaram dinheiro e concluam quais as despesas que podem eliminar dessa conta;


– Na alimentação, só comprar em promoção. Sempre comparando preços para não caírem em falsas promoções.
Podem ver todos os folhetos semanais aqui e elaborar listas de compras ideais para as vossas necessidades


Façam em casa.
Sabiam que há produtos alimentares que fazendo em casa ficam muito mais em conta do que se os comprar?
Eliminem bolos, bolachas, açúcar em pó, iogurtes, pão ralado, gelatinas de compras, pizzas, legumes cortados e lavados etc.
Todas estas coisas, e mais algumas, feitas em casa, são uma poupança gigante;


Fazer da crise uma oportunidade, há imensas coisas que pode fazer em casa e ganhar dinheiro com isso.
Desde algo que tenha imenso jeito, trabalhos manuais portanto, até às pesquisas de vales de desconto por exemplo, potenciando ainda mais poupança


– Poupe na conta da água de variadas formas. Veja obrigatoriamente este artigo.


– Para poupar na conta da luz uma boa parte passa pelo tipo de lâmpada que está a usar.

É um investimento pesado, mas que compensa em mais de 60% de poupança a médio prazo, vale a pena.


– Para poupar no gás, vejam este artigo, cheio de dicas que vão ajudar imenso


– Quanto à habitação, se compraram casa pouco posso ajudar, mas se estão em casa alugada e têm a idade do programa, aconselho a candidatura ao Porta 65, poupei imenso enquanto utilizei, vale a pena. Podem saber mais AQUI 

Muito resumidamente é por aqui que devem começar, o resto vão percebendo com o tempo.

Atenção, é necessária alguma disciplina, estamos a falar de um valor mensal muito baixo, pequenos deslizes representam grandes erros.

Para aprenderem a poupar em todas as áreas, aconselho a compra da grande bíblia da poupança, o livro “Ser feliz não é caro“.
Super bem organizado, e com todas as dicas que precisa para poupar em todos os campos que mais preocupam as famílias portuguesas, quem lê este livro, nunca mais volta a gastar o mesmo 🙂

Relacionados

2 thoughts on “Dúvida poupadinha do dia #2”

  1. Olá, neste momento estou desempregada e recebo mais ou menos esse valor, claro que vivendo com os meus pais ajuda muito, mas contudo tal com quando estava a trabalhar, ajudo com as despesas da casa, condominio, luz, internet ( pois quem tem uma adolescente em casa !!!!) e mesmo para mim pois ando à procura de trabalho e preciso dela, mas o que eu queria salientar é que quando estava a trabalhar à hora do almoço ia às compras para a casa ( sim também contribuo para isso, além das despesas com a criança que são todas da minha responsabilidade, como é óbvio, ora estava eu a dizer ia às compras ao Norteshopping e lá passava pela primark e pimba via uma coisa gira e não muito cara e comprava, nas compras do supermercado além do que tinha na lista via uma coisa e comprava, agora não, compro o essencial, tenho as despesas com as atividades do ATL e escrevo tudo, ponho de lado o dinheiro com antecedência e assim vou gerindo o subsidio de desemprego, o visa fechou, não o utilizo para nada, e tenho dito a várias pessoas poupo mais desempregada do que a trabalhar, mas continuo a dizer, vivo com os meus pais o que é uma grande ajuda.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *