Como Poupar na Lua de Mel

Descubra 7 dicas para não abdicar deste marco tão importante na sua vida de recém-casado.

A tão ansiada lua de mel, por motivos económicos, muitas vezes acaba por ser adiada, sendo que em casos de adiamento, por norma, nunca chega a acontecer. Existirá a necessidade deste extremo? 

7 DICAS INFALÍVEIS PARA POUPAR NA LUA DE MEL

 

1. Se quer muito fazer a sua lua de mel de sonho, informe os convidados que tem uma lista de casamento na agência de viagens X, este será o presente dos convidados que assim o decidirem, provavelmente ficará com a sua lua de mel paga;
2. Pondere fazer a compra da sua lua de mel da forma tradicional em vez de utilizar a internet. Todas a opções são válidas, e aconselha-se que as pesquisas sejam feitas, mas as mesmas devem abranger o agente de viagens, que pode, por vezes, conseguir preços competitivos e com um serviço personalizado;
3. Ao decidir o tipo de turismo que pretende para a sua lua de mel (pode ser lazer, aventura, cultural, etc) decida-se então por destinos que estão em época média/baixa, isto reduzirá significativamente a fatura da sua viagem;
4. Faça uma pesquisa sobre os preços locais, e decida-se pelo destino que aparentemente terá custos mais baixos durante a estadia, desde a restauração, transportes até às excursões, tudo conta para poupar na lua de mel;
5. Viagens com o regime Tudo Incluído, feitas as contas, por vezes, acabam por ficar mais baratas. Na realidade, o ideal será projetar em papel uma estimativa dos gastos totais que poderá ter numa viagem onde só pagou inicialmente pelo alojamento e transporte;
6. Se costuma viajar muito, e tem algum cartão de fidelização com companhias aéreas, não hesite em usar as vantagens disso. Desde descontar pontos, até conseguir algum preço especial, tudo é possível, não deixe passar em branco essa oportunidade;
7. Reduza o tempo da estadia. A lua de mel, não tem que ser obrigatoriamente de uma semana, pode ir passar dois ou três dias a uma romântica capital europeia, mas antes confirme que conseguiu realmente preços mais baixos do que uma semana nas Caraíbas, já que não é impossível, com as escolhas erradas, cometer este erro.

Então? Preparado para ver destinos? Boas poupanças! 

Nota: Artigo escrito para E-konominista

Relacionados

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *