A minha vida de princesa (era bom!)

Há quem diga que tenho vida de princesa! 

Dizia no outro dia uma seguidora (e isto não me afeta, apenas me dá ideias para escrever mais),

que eu não passo de uma princesa chiquezinha e que ainda por cima vou a festas e tenho tudo de graça!

Ora vamos lá ver !
Princesa nunca fui, tenho antepassados com história na vila de Ferragudo, mas não, não me corre sangue nobre nas veias. 😀

Chiquezinha muito menos, onde é que já se viu uma pessoa cheia da chiqueza ir ao supermercado carregada de vales de desconto?

Quanto às festas e ter tudo de graça…
…pois, há algumas festas, há algumas ofertas, mas não exageremos, não tenho tudo de graça!

Coisas que ainda pago:
– Casa
– Água, luz e gás
– Infantário e escola
– Bens essenciais
– Prestação dos carros
– Seguros
– Impostos
E outras coisas mais que ninguém anda a oferecer ali na esquina.

Os convites para alguns eventos e as ofertas, têm um seguimento, só acontecem neste momento, porque faz sentido que assim seja. 
Já trabalhei muito, para chegar aqui! Nada se consegue sem esforço, trabalho e dedicação!
Algo que é comum hoje em dia ser confundido com sorte!

As coisas não caem do céu para ninguém! Eu não sou exceção.

E uma coisa eu posso garantir, as princesas não trabalham assim!
As princesas não dormem 3/4 horas por noite!
As princesas não trabalham entre 12 a 16 horas por dia!
As princesas não precisam ter ideia empreendedoras porque querem dar uma vida melhor aos filhos!
As princesas não passam dias a responder a emails e a ter reuniões para fixar cada vez mais o seu negócio (que elas mesmas criaram)!
As princesas não passam horas a pesquisar as melhores promoções, descontos e folhetos, para depois partilharem com os seus seguidores!
As princesas não levam meses/anos a conquistar a confiança das pessoas.
As princesas não se vêem a braços com dois filhos pequenos, completamente sem ajuda, e ao mesmo tempo estão a arrumar  a casa e a trabalhar no próprio negócio.

Disse um rapaz à minha irmã, que eu tinha criado um blog e agora estava como queria! 
Ahahaha, estes comentários fazem-me rir!
Tenho um trabalho igual ao de toda a gente (as aulas começam 2ª feira e lá vou eu fazer uma perninha na Universidade) e tenho outro que só quem tem é que sabe o trabalho que dá: este blog!

Não sei o que é chegar a casa e sentar-me no sofá, há meses!
Alguém quer esta vida de princesa?

Vida de princesa, tinha eu antes do blog, e que saudades tenho às vezes desses tempos!
Mas amo este meu cantinho, adoro os meus seguidores, tenho tanto orgulho nisto!
E se querem saber, mesmo que não fosse convidada para eventos e não recebesse ofertas, já não saberia viver sem isto, nem sem vocês!

Para além disso, sou princesa sim, aliás, sou rainha, a seguidora até tem uma parte de razão!
Cá em casa, rodeada de 3 príncipes, não podia sentir-me de outra forma <3

Nesse aspeto sim, tenho uma vida de princesa <3! Obrigada meu Deus, por tudo!

=> Outros momentos de vida da princesa!

 

 

Relacionados

9 thoughts on “A minha vida de princesa (era bom!)”

  1. Da minha parte obrigada por deixar aqui todo o seu trabalho de princesa pois para mim já me está a poupar muito trabalho e tempo para fazer outras coisas.Da minha parrte o meu muito obrigado pelo seu bom trabalho e desempenho e espero que continue adoro este seu príncipe (blog).mais uma vez muito obrigado e pode continuar e não ligue a pessoas estupidas e que não têm mais nada que fazer,enfim um bem haja para si e para a sua família que a ajuda a levar o blog para a frente.

    1. Obrigada minha querida 🙂 tão bom depois ler o reverso, que aliás tem sido sempre o que me motiva a continuar com um sorriso enorme nos lábios! 🙂 Uma seguidora comentou no facebook que se ter vida de princesa é ter conquistado a vida que tem com esforço e trabalho, então também ela é uma princesa! E é mesmo isso! Um grande beijinho, obrigada pelo carinho <3

  2. Olá Janine,
    é uma princesa sim senhora e sabe porquê?
    Porque é educada e responde a todos os comentários no blogue, ao contrário de outras/os bloggers que para responder ainda fica sujeito a aprovação, vá lá saber o motivo para tal, e outros que pura e simplesmente não respondem, ter um blog é dar fedddback a que a procura, seja para o bem seja para o mal, bem é só a minha opinião, mas quem sou eu?
    Sim é uma Princesa, quem não gosta temos pena.
    Beijinhos

    1. Ehehe, obrigada, é uma querida, obrigada por todos os elogios! Sabe que os meus comentários também estão sujeitos a aprovação, mas com a Paula temos tido sorte, acabo por andar por aqui quando escreve e aprovo logo.
      Vou explicar porquê. Há comentários ofensivos, e por vezes estes motivam outros! Há dias que passo horas sem estar ligada e se sem saber tivesse um comentário ofensivo durante essas horas? É mais por isso, e acredito que as restantes bloggers seja pelo mesmo motivo. Sabe Paula, infelizmente nem todas as pessoas são como você, simpáticas, compreensivas, que percebem a essência dos artigos e que fazem comentários pertinentes. Ainda ontem um seguidor comentou o post das vacinas recomendando um site de venda de móveis…não faz sentido, não enquadra, não aprovei. Não tinha nada de ofensivo, mas não fazia sentido que ali estivesse.
      Um beijinho grande 🙂

  3. E se for uma princesa, qual o mal?!?
    Eu não percebo porque as pessoas vem consultar os blogues para depois falar mal de quem os escreve. Sério que não percebo. Dps claro que à bloguers que tem os comentários sujeitos à aprovação, pois à leitores que insultam tudo e todos… Enfim. Só pode ser quem não tem mais nada para fazer na vida.
    Conheço este blog à pouco tempo, foi através de uma entrevista que deu na rádio Cidade. A partir tenho o lido com frequência. Gosto do que leio, como tal, se se sente princesa, rainha, ou o que quer que seja, continue assim que vai muito bem. Tem todo o direito e o nosso apoio. 🙂
    Beijinhos

    1. Oh a sério? Foi nas Vizinhas, adorei 🙂
      E a maior parte das dicas de poupança mais habituais já foram dadas em artigos mais antigos, mas de vez em quando recupero-os para os seguidores novos! Nem sempre tenho tempo para fazer tudo aquilo que imagino e gostaria, mas devagarinho vou concretizando as ideias!
      Realmente é verdade, eu se sigo um blog que de repente deixa de me agradar, simplesmente deixo de lá ir, não entendo a necessidade de criticar! Não gosto, não gosto, há quem goste, o que ganho com a crítica? Mas é mesmo assim! Já quase 4 anos e meio, já me vou habituando e até brinco 😉 Beijinhos

  4. É muito fácil ver o que conquistamos mas é tão difícil ver os sacrifícios que fazemos para lá chegar. Não interessa o que os outros dizem, o importante é sentir-se bem. Da minha parte só tenho a agradecer-lhe aa ideias que partilha, têm sido muito úteis.

  5. Olá Janine, sim tem toda a lógica a aceitação de comentário, pois ele há um blogger que permite tudo e as pessoas chegam ao ponto de se insultarem uns aos outros, ao ponto de serem mal educados, mas eu acho que ele gosta pois os blog também é um pouco controverso, eu já lá comentei e devo-lhe que o último ele não gostou nada e respondeu-me, não foi ofensivo, mas respondeu, pois ele dizia tantos absurdos que acabam por perder a piada, e ele acha que tem piada, ser engraçado é uma coisa mas chegar ao ponto de dizer que no local onde passou férias pena não ter acontecido um ataque terrorista pois estava cheio de gente
    pelo amor de Deus, não aguentei.
    Beijinhos

    1. Huum, até já acho que sei o blog que está a falar! Pois nesse caso os comentários mantêm as pessoas mais tempo no blog e como o autor não se importa com a natureza dos comentários (é uma estratégia) permite que sejam todos automáticos 😉
      Beijinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *