7 passos para começar um pequeno negócio

Se considerarmos algumas das razões mais populares para iniciar um negócio, podemos perceber que:
ter uma ideia de negócio única, projetar uma carreira que tenha a flexibilidade de crescimento, trabalhar para a independência financeira e investir em si mesmo são os motivos mais comuns. 

Assim, não é de admirar que cada vez mais pessoas tentem a sua sorte e criem o seu próprio negócio. 

Mas nem todas as pequenas empresas estão posicionadas para o sucesso.
De facto, apenas dois terços das empresas com funcionários sobrevivem pelo menos dois anos, e cerca de metade sobrevivem cinco anos. 

Portanto, tenha em conta que o estágio geralmente é definido no começo.
Por isso, certifique-se de seguir todas as etapas necessárias ao iniciar o seu negócio, pode ser muito bem essa a base do sucesso.

Começar um pequeno negócio – O que precisa considerar 

Aqui estão 7 etapas necessárias para iniciar um negócio com sucesso.
Dê um passo de cada vez, e estará no caminho certo para ter sucesso na sua jornada.

1 – Faça a sua pesquisa 

O mais provável é que já tenha identificado uma ideia de negócio, então agora é hora de equilibrar isso com um pouco de realidade. 

A sua ideia tem potencial para ter sucesso?
É preciso correr um processo de validação antes de prosseguir para a implementação da mesma. 

Para que uma pequena empresa seja bem-sucedida, ela deve resolver um problema, suprir uma necessidade ou oferecer algo que o mercado precise.

Há várias maneiras de identificar essa necessidade, incluindo pesquisa, grupos de estudo, inquéritos e até tentativa/erro.

2 – Tenha um plano 

A verdade é que precisa de um plano para tornar sua ideia de negócio uma realidade. 

Um plano de negócios é um plano que vai então orientar sua empresa desde a fase inicial até o estabelecimento e, eventualmente, o crescimento do mesmo. 

Este tipo de plano é essencial para todos os negócios.
A boa notícia é que existem diferentes tipos de planos de negócios para diferentes tipos de negócios.
Por isso, será simples encontrar ajuda para desenvolver um plano adequado à sua realidade. 

3 – Tenha um planeamento financeiro 

Começar um negócio não tem obrigatoriamente que envolver um grande investimento, mas vai com toda a certeza precisa de investir em algumas coisas. 

Crie então um documento e faça o cálculo dos custos iniciais de sua empresa
(licenças e autorizações, equipamentos, honorários legais, seguros, branding, pesquisa de mercado, inventário, trademarking, eventos de inauguração, arrendamento de propriedades, etc.).

A par disso coloque também os valores que precisa para manter o seu negócio a funcionar por pelo menos 12 meses
(renda, utilitários, marketing e publicidade, produção, suprimentos, despesas de viagem…).

4 – Faça a escolha acertada da estrutura de negócio

A sua empresa pode ser uma sociedade unipessoal, uma sociedade ou uma cooperativa… 

A entidade comercial escolhida irá afetar o negócio em diversos fatores, que vão
desde o nome da sua empresa até à sua responsabilidade enquanto empresário. 

Pode escolher uma estrutura de negócios inicial e depois reavaliar e alterar a
mesma à medida que a empresa cresce.

5 – Escolher e registar o nome comercial 

A verdade é que o nome da sua empresa desempenha um papel fundamental em quase todos os aspetos do seu negócio.

Certifique-se de pensar em todas as possíveis implicações ao explorar as suas opções enquanto escolhe o nome da sua empresa. 

Depois de escolher um nome para sua empresa, é preciso verificar se está registado ou se alguém já está a utilizar o mesmo

Não se esqueça também de registar o seu domínio depois de ter selecionado o nome da sua empresa. 

6 – Obtenha todas as licenças e autorizações

A papelada é parte do processo quando inicia o seu próprio negócio.

Há uma variedade de licenças e autorizações para pequenas empresas que se podem aplicar à sua situação,
dependendo do tipo de empresa que está a iniciar e a sua localização geográfica. 

7 – Escolha o seu sistema de contabilidade

As pequenas empresas funcionam de forma mais eficaz quando existem sistemas em funcionamento.
Um dos sistemas mais importantes para uma pequena empresa é a contabilidade.

O sistema de contabilidade é necessário para criar e gerir o seu orçamento,
definir as suas tarifas e preços, realizar negócios com outras pessoas e arquivar e analisar os impostos obrigatórios.  

Então poderá configurar seu sistema de contabilidade por conta própria ou contratar um contabilista para ajudar nessa tarefa (que nem sempre é simples).

Se decidir assim começar por conta própria, certifique-se de considerar algumas questões que são vitais ao escolher o software de faturação.

Portanto, estes são 7 passos que convém dar um a um para garantir que abre um negócio apenas depois de ponderar todos os pressupostos. 

Se os seguir, de certeza que tudo irá correr bem. 

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *