5 formas de tornarmos o telemóvel mais seguro

Tal como os computadores, também os smartphones têm as suas falhas de segurança.

E embora o consenso seja de que o iOS da Apple é mais seguro do que o Android, todos os telemóveis permanecem vulneráveis aos mais recentes vírus.

Dada a ascensão do malware móvel, os usuários precisam estar constantemente atentos e garantir que seus telemóveis estejam seguros.

Para isso hoje resolvi falar de algumas formas que existem para manter os telemóveis um pouco mais seguros.

1 – Bloquear o telemóvel

Permitir que um telemóvel bloqueie a si mesmo quando não estiver a ser usado é a base para manter o dispositivo seguro. Quando o telemóvel está bloqueado, ele impede que as outras pessoas possam aceder ao dispositivo, além de todos os dados e aplicativos que estão nele.

Hoje em dia os smartphones modernos oferecem uma variedade de opções de desbloqueio, incluindo sensores de impressão digital ou reconhecimento facial, para que não tenha mais a desculpa de ter de desbloquear o telemóvel com um código sempre que quiser usá-lo.

Ao definir as configurações de bloqueio, você pode especificar o número de minutos antes do telemóvel bloquear, portanto, especifique um intervalo curto de apenas alguns minutos para garantir que ninguém o possa aceder caso seja encontrado (o meu bloqueia passado 1 minuto).

2 – Manter o Sistema Operativo atualizado

Uma das coisas mais importantes para qualquer smartphone é manter o dispositivo totalmente atualizado. Verifique se o dispositivo está a executar o firmware mais recente. É a melhor maneira de se proteger. Estabeleça um dia da semana (ou todos os dias se tiver paciência) para verificar se há atualizações.

3 – Tenha cuidado com as aplicações que instala

A falha de segurança, em relação a novos vírus, está no processador e todas as aplicações são filtradas pelo processador. Basta usar apenas uma aplicação com o código adequado para executar um vírus.

O download das aplicações devem ser feitos através da “loja” oficial do seu telemóvel, mas mesmo assim deve ser cauteloso. Tire alguns minutos antes de instalar a aplicação para ler os comentários. E se houver algo suspeito, resista à tentação e não instale a aplicação.

4 – Faça scan para ver se há vírus

Os dispositivos móveis estão cada vez mais suscetíveis a malware. A solução é desconfiar de downloads de fornecedores menos convencionais e de fontes não verificadas. Também devem verificar periodicamente vírus e malware.

Enquanto os sistemas operacionais Windows vêm com o Windows Defender para proteger contra malware, as plataformas móveis ainda não têm um programa antivírus padrão. A solução mais fácil é baixar e instalar uma aplicação anti-malware.

5 – Não faça um “jailbreak” ao telemóvel

“Jailbreak” é um género de desbloqueio que significa, numa tradução livre: “fugir da prisão”. Quem faz um “jailbreak” no seu telemóvel, está a adicionar recursos extras a um dispositivo (instalação de softwares não autorizados ou funcionalidades bloqueadas).

O problema em fazer isto é que ele permite que os usuários façam downloads de aplicações não autorizadas que possam conter malware.

Se tiverem mais dicas digam, espero ter ajudado.

Se gostaram deste artigo então também vão gostar deste.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *