10 Formas de poupar na alimentação

Das dicas de poupança que me pedem, tudo o que está relacionado com alimentação ganha.

E a essas despesas não podemos fugir!

Podemos deixar de fumar, podemos deixar de ir jantar tantas vezes fora, podemos deixar de beber café em pastelarias todos os dias, e muito mais.
O que não podemos mesmo deixar é de  preparar, cozinhar e comer.

Por isso hoje venho falar de como poupar na cozinha, e as dicas são muito abrangentes!

Porquê?
Porque ainda é possível tornar alguns comportamentos mais sustentáveis, poupando assim uns euros no final do mês.
Coisas muito simples, que por vezes nem nos lembramos que farão a diferença no nosso orçamento.

Deixo-vos então sugestões, que vão desde as compras, até à preparação e confeção de alimentos.
E o engraçado é que em artigos soltos, praticamente já falei de todas elas!

1. Lista de compras e folhetos de supermercado

Já perdi a conta das vezes que dei estas dicas no blog. Por exemplo a lista de compras, é fundamental, para só comprarem o que realmente precisam e assim ir somente uma vez por semana ao supermercado.
Vejam este artigo sobre isso.

E quanto aos folhetos, todos os dias, têm os mais recentes (e até os que ainda não saíram), neste menu.

Por isso esta parte é fácil!
Após conciliarem a vossa lista de compras com os produtos que estão em promoção nos folhetos analisados já têm uma boa parte da poupança feita.
Se acharem que se justifica, façam stock de produtos que estão realmente baratos.

2. Recorrer ao congelamento
Congelar é quase obrigatório para pouparem na alimentação.
Desde não terem de sair de casa propositadamente para ir às compras, até ao facto de poderem aproveitar boas promoções e depois congelarem os alimentos e os mesmos ainda durarem bastante tempo, congelar é das melhores dicas que vos posso dar para passarem a poupar mais mensalmente.
Saibam tudo sobre isso AQUI

3. Não descongelar no microondas

É melhor gerir bem o tempo e as tarefas e deixar os alimentos a descongelar naturalmente do que ainda ter de recorrer à electricidade.

4. Usar bocas de fogão de forma adequada

Esta dica também já dei neste artigo, se a panela é pequena vamos colocá-la numa boca pequena, colocar numa grande é desperdício de energia.
Da mesma forma que colocar uma panela grande numa boca pequena é perda de tempo e dinheiro.
Temos de adequar o tamanho da panela à boca que vamos usar.

5. Manter as tampas nas panelas

Isto é tão básico quanto real! Já dei esta dica neste artigo, e insisto, cozinhar com a tampa na panela, torna o processo mais rápido, permite poupar energia e melhor ainda, até podem desligar o fogo um pouco antes do tempo que a comida continua a apurar mais um pouco com o calor natural.

6. Sempre que se justifique, cozinhar em quantidade

Se seguirem esta minha dica, vão perceber que sou apologista de cozinhar algumas coisas em grandes quantidades.
Principalmente sopas e comidas que dá para aproveitar e comer durante mais dias durante a semana.
Ou também podem congelar. Por exemplo, a bolonhesa cozinho sempre em grandes quantidades.
Para fazer com esparguete, depois empadão, e ainda congelo um pouco para aqueles dias mais atarefados!
Portanto, 3 refeições, feitas de uma só vez.
Se levam comida para o trabalho, também compensará cozinhar em grandes quantidades.

7. Usar a panela de pressão

A verdade é que usando a panela de pressão os alimentos cozem muito mais depressa.
As panelas mais actuais trazem também um separador que permite ao mesmo tempo cozer a vapor, podem então preparar alimentos distintos de uma só vez, dupla poupança;

8. Poupar na água

Já mencionada neste artigo, esta dica tem a ver com o aproveitamento da água.
Para começar tudo o que for com água eu aconselho que a mesma seja aquecida no fervedor, poupam bastante energia, comparativamente a se fossem aquecer no fogão.
E depois não posso deixar de dizer que a água usada para cozinhar vegetais ou alguma carne e peixe,  pode ser usada para caldos ou para outras receitas.

9. Aproveitar sobras

Algumas pessoas dizem que não gostam da comida no dia seguinte.
Pois bem, fiquem a saber que isso faz com que poupem bastante menos.
As sobras nunca devem ir para o lixo.
Podem ser congeladas para comer noutra altura (assim não comem o mesmo dias seguidos) e ainda podem usá-las na dica seguinte.
Se conseguirem incutir este hábito em casa, têm aqui uma excelente forma de poupança.

10. Marmitas para o trabalho ou escola

As marmitas estão na moda, na verdade vieram para ficar!
No meu tempo ninguém levava um tupperware para a escola com comida.
E quando comecei a trabalhar muito menos.
Mas atualmente é um hábito da maioria dos portugueses.
Deixo-vos aqui alguns menus práticos para levarem para o trabalho na marmita.
Evitam assim idas diárias ao restaurante, 6€ por mês todos os dias, no final é uma parte do vosso ordenado.
E pego em dicas anteriores para vos dizer que cozinhando em grandes quantidades, e aproveitando as sobras, conseguirão poupar imenso na alimentação.

Como viram, praticamente todas as dicas deste artigo já as tinha dado anteriormente, mas acredito que assim facilitará e ajudará ainda mais a pôr em prática.

Boas poupanças.

Sigam-me também no INSTAGRAM para verem todos os dias os meus pequenos almoços saudáveis e receitas simples, rápidas e deliciosas.

 

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *